lucros

Tecnologia da Informação para aumentar lucros

Tecnologia da Informação é estratégica para as empresas.

Nosso CEO Edney Mossambani, fala das mudanças no mercado, a importância da Tecnologia da Informação e dá dicas para a escolha de um Software de Gestão.

Quais as principais mudanças que ocorreram nas empresas e no mercado brasileiro nos últimos anos e quais os principais erros dos empresários que não se adaptam a esta nova realidade?

Foi-se o tempo em que indústrias atribuíam seus custos nos produtos, definiam as margens de lucro desejadas e formavam preço de vendas. Com as mudanças no mercado, muitas empresas ainda encontram dificuldades para se adaptar à nova realidade.

Existem aqueles que insistem nos velhos modelos de fazer hoje como faziam no início das atividades empresariais. O discurso: foi assim que conquistamos este patrimônio, que construímos nossa marca no mercado, somos respeitados,  encontra eco cada vez mais baixo e diminui a confiança de equipe interna na empresa, que reconhece que este modelo, já não serve mais.

Quais são os desafios destas empresas?

Para muitos é um desafio entender porquê os chamados clientes fiéis estão mudando de fornecedores e que a sobrevivência passou a impor decisões cada vez mais  rápidas e assertivas.

É comum dentro das empresas a pergunta: como o concorrente consegue fazer esse preço? Vejo empresários fazendo esta pergunta faz tempo, e muitos diminuíram suas operações ao longo dos anos, pois trataram essa realidade como situacional (ele vai quebrar logo) e não como uma realidade transformadora.

O tempo passou, a empresa concorrente não quebrou e continua estragando o mercado.

Na prática, quais as principais causas das mudanças no mercado, em especial no setor de metais?

A entrada de novos materiais e a importação de produtos chineses, que com o tempo passaram a ter qualidade e processos cada vez mais automatizados, têm provocado um corre-corre nas empresas, pois a revisão dos custos e formação dos preços de venda passaram a ser componente estratégico para sobrevivência no negócio.

Como simplificar não é característica de nosso governo, a constante exigência de ajustes tributários como a emissão de NF-e, substituição tributária e SPED, entre outros, tem tirado o sono dos administradores e contadores.

Qual conselho o senhor dá para os empresários?

É uma realidade difícil e que necessita de dedicação não apenas no produto, mas em toda cadeia envolvida no sistema empresarial. Se por um lado alguns só enxergam isso como um problema, os empresários mais modernos têm tido a atitude de encarar como oportunidade e utilizam todas estas dificuldades para potencializar sua energia criativa e ganhar mercado.

O lucro que foi por muito tempo consequência do aumento de vendas e administração das compras, passou a ter um novo componente estrutural: o controle da geração de valor dentro da empresa. O cliente procura um produto de qualidade e preço competitivo e pouco se importa de que forma ele foi construído ou onde foi construído.

Daí o novo desafio: produzir de forma sustentável e ter preço competitivo.

Que caminho o empresário deve percorrer para vencer estes desafios e fazer a coisa certa?

Das experiências positivas que acompanhamos, um dos passos mais importantes, é rever a estrutura interna da empresa, organizar seus processos e melhorar sua comunicação.

Se a empresa é um sistema onde entram recursos (matéria-prima e componentes) e de onde saem produtos e serviços, um dos principais componentes que geram valor são os processos internos, sejam eles fabris (de transformação) ou administrativos.

“Não se gerencia o que não se mede; não se mede o que não se define; não se define o que não se entende; não há sucesso no que não se gerencia”.

DEMING, W. Edwards

E é aí que reside a importância da Tecnologia da Informação para as empresas?

Com certeza.

Nos dias de hoje, para acompanhar as mudanças é preciso velocidade, fazer isso sem um sistema de informações eficiente é tarefa ingrata.

A Tecnologia da Informação, antes considerada um custo ou componente de apoio dentro da empresa passou a ter destaque como diferencial estratégico para sobrevivência e evolução dos negócios. Mais que digitar pedidos e emitir notas fiscais, os sistemas têm papel fundamental na melhoria dos processos e adequação da utilização da tecnologia disponível para otimizar os resultados empresariais.

Nesse caso, quais as dicas que o senhor dá para o empresário na escolha de um software de gestão que seja eficaz na sua empresa?

Primeiro, é preciso escolher um sistema que seja aderente a sua empresa e às regras de negócio, ou seja, que conheça suas necessidades e possa ajudá-lo, sem muitas customizações.

O empresário deve escolher ainda um sistema que vá além dos processos básicos, que ajude na gestão fornecendo boas práticas já reconhecidas pelo mercado.

Nada é permanente em uma empresa e por isso, o sistema escolhido deve acompanhar o crescimento dos negócios. Por fim, lembro que o fornecimento de Software é serviço, ou seja, além do produto, o empresário deve questionar e avaliar o atendimento de suporte e implantação, pois no dia-a-dia, isso faz a diferença.

5 Benefícios de um ERP

Elaboramos um e-book com 5 benefícios que podem ser alcançados quando um ERP ou Sistema de Gestão Integrado está atrelado às rotinas e processos de uma empresa, acesse o material.

Fique por dentro de todas as novidades sobre gestão. 

Deixe uma resposta