gestão-de-custos-accion

Tudo o que você precisa saber sobre gestão de custos para obter bons resultados em um negócio

A gestão de custos consiste em todos os recursos direcionados para o funcionamento de um negócio, bem como os investimentos. Em geral, é a etapa que define todo o planejamento estratégico.

Os gestores de negócios, seja qual for o segmento, precisam estar preparados para aplicar boas práticas para manter a lucratividade e evitar eventuais prejuízos.

Qual o objetivo da Gestão de Custos?

Como o próprio nome sugere, a gestão de custos tem o objetivo de controlar todos os custos de uma empresa. Entretanto, os benefícios dessa gestão vão muito além do controle. 

É baseado em uma boa gestão de custos que conseguimos construir um planejamento estratégico eficiente, conforme falado anteriormente,  alocando os recursos para as atividades e investimentos realmente necessários. 

Além do mais, quando o gestor consegue avaliar o custo de sua produção, calcular a hora de seus colaboradores e identificar os valores exatos dispensados em cada etapa, consegue precificar melhor os seus produtos, assegurando um preço justo e lucrativo para a indústria.  

Dessa forma, percebemos que a gestão de custos é de fundamental importância para o crescimento das empresas, pois cada ação e cada decisão devem considerar os custos envolvidos.

Quais são os tipos de custos de um negócio?

São aqueles que têm ligação direta com a produção, como matéria-prima e mão de obra direta. São os valores mais fáceis de estruturar e acompanhar, pois são perceptíveis na rotina de trabalho.

Custos Indiretos

São custos não ligados diretamente à produção. Embora menos evidentes, são extremamente necessários para uma boa gestão, dentre estes custos estão: alimentação dos colaboradores, limpeza, depreciação e outros.

Custos Fixos

São as contas rotineiras, que se repetem com frequência, como aluguel, salário dos funcionários, energia, água, internet, fornecedores e afins.

Custos Variáveis

São os que sofrem alteração em um período curto de tempo, como a comissão dos vendedores, por exemplo.

Como fazer uma Gestão de Custos de qualidade?

gestão de custos

Para uma boa gestão de custos, é imprescindível ter em mente 3 etapas importantes, se atente a elas:

  • Custo por serviço: diz respeito ao controle dos custos durante cada prestação de serviço, incluindo a mão-de-obra em si, os materiais utilizados e afins;

  • Precificação de serviço: tendo em mente os valores citados acima, fica mais fácil realizar a precificação das prestações de serviço, inclusive os orçamentos;

  • Redução de custos: é possível em qualquer negócio, desde que seja realizado um estudo completo para eliminar excessos e desperdícios sem que a qualidade não seja afetada.

Seguindo as etapas à risca, sua gestão de custos será impecável. Além disso, há determinadas estratégias que devem ser aplicadas. Veja, a seguir!

03 dicas práticas para fazer uma gestão de custos eficiente!

Lidar com os custos de forma eficaz pode ser um grande desafio, mas 3 dicas podem facilitar sua rotina de gestão. Confira, abaixo, algumas delas:

  • Atente-se ao estoque: isso inclui o conhecimento de toda perspectiva das demandas, prazos de entrega, os produtos que possuem mais saída etc;

  • Evite gastos desnecessários: se determinada tarefa ou processo exige alto investimento e oferece pouco retorno, está na hora de eliminá-la, ou seja, tudo aquilo que interfere diretamente no lucro precisa ser deixado de lado e substituído por uma opção melhor;

  • Conte com o auxílio da tecnologia: ela te oferece mais controle e organização nos processos, visto que eles passam a serem feitos de forma automatizada, minimizando as possibilidades de erros cotidianos. Sua gestão de custo será determinante e mais certeira.

Conheça os 5 principais erros cometidos na gestão de custos!

A Gestão de Custos é feita para facilitar processos. Se ela for realizada da forma ideal, é possível pagar todas as contas, investir corretamente o lucro obtido, definir os preços corretos para seus serviços/produtos e muito mais.

No entanto, para isso, é necessário se atentar a alguns erros que são muito comuns, a fim de evitar problemas.

  • Não ter controle e conhecimento sobre quais são os custos;

  • Deixar o planejamento financeiro em segundo plano;

  • Fundir as finanças pessoais às da empresa;

  • Realizar planos com um dinheiro que ainda não entrou;

  • Não investir em tecnologia.

É uma tomada de decisão que pode mudar sua gestão de uma vez por todas!

Sabia que uma boa gestão de custos pode ser o seu diferencial competitivo?

Uma empresa, independente do seu porte, conta com a administração de custos diversos para manter o funcionamento de todo o negócio. Com uma boa gestão de custos, é possível atingir posições de destaque no segmento de atuação.

O grande desafio é a otimização desse processo, uma vez que a falta de gerenciamento pode trazer interferências negativas para o financeiro e, consequentemente, todo o restante dos processos. 

Com uma boa gestão de custos, a empresa possui dados precisos que permitem uma criação de um posicionamento estratégico, ou seja, consegue alcançar o seu público alvo com mais assertividade. 

Através de um controle adequado dos custos, a estratégia de precificação, ações promocionais e investimentos com divulgação são feitos de maneira inteligente.

Isso significa que, por meio de uma boa gestão de custos, além de controlar a lucratividade, o seu negócio pode direcionar os recursos com mais eficiência, sendo possível atingir destaque entre os concorrentes. 

Confira, a seguir, os principais motivos pelos quais você deve investir nessa gestão!

04 motivos para investir na gestão de custos da sua empresa

Quando há um acompanhamento detalhado dos custos de uma empresa, fica mais fácil adquirir um controle econômico. Assim, para um desempenho ideal, é preciso investir em estratégias para uma boa gestão de custos e os motivos são muitos. 

O aumento da produtividade: com o acompanhamento dos custos do setor de produção da sua empresa, é possível identificar qual a melhor maneira de atuar, o que priorizar, o que cortar e onde investir;

Minimização de riscos: a imprevisibilidade é um dos fatores que mais levam empresas ao declínio financeiro. Com uma otimização de custos, é possível ter dados e realizar ações preventivas;

Aumento da lucratividade: as ações sobre custos impactam diretamente no lucro, uma vez que é possível determinar com precisão qual próximo passo dar e, ainda, eliminar gastos desnecessários;

Ações mais assertivas: tanto a precificação quanto promoções, por exemplo, podem ser realizadas de maneira mais certeira, agregando valor ao seu produto sem perder a margem de lucro.

Você sabe o porquê de uma gestão baseada em dados reais ser muito mais eficiente?

gestão de custos

A subjetividade não é bem vinda na administração de empresas, uma vez que resultados positivos devem ser buscados de acordo com o cenário que a empresa está posicionada. Para saber exatamente como agir e quais os próximos passos necessários, o ideal é basear a gestão em dados reais.

Dessa forma, com as informações em mãos, é possível visualizar com mais clareza a situação atual da empresa, identificando qual fator precisa de maior atenção e quais melhores métodos investir para solucionar problemas. 

Isso garante uma maior produtividade dos setores, visto que estratégias adequadas podem ser empregadas com o objetivo de aumentar a produtividade.

Além disso, uma boa gestão, baseada em dados reais e específicos da sua empresa, pode resultar em redução de custos e aumento da lucratividade, sendo possível monitorar todas as contas e manter a saúde financeira da empresa, bem como saber exatamente onde deve investir. 

Como equilibrar os custos com os resultados?

Os custos, em um negócio, são calculados mediante aos dados informativos que devem ser coletados no decorrer do tempo. Os resultados podem ser definidos, basicamente, pelas metas produtivas, o lucro econômico e o crescimento de mercado. No entanto, como equilibrar os dois fatores, de maneira que não haja interferências negativas?

Para que o equilíbrio seja adequado, é necessário acompanhar, por meio de indicadores confiáveis, todos os processos da empresa. Nesse fator, conta tanto o desempenho produtivo quanto os investimentos em produtos. Ter todas as informações anotadas é o primeiro passo para adquirir uma otimização de custos e bons resultados.

Faça planejamentos com antecedência, sempre comparando as demandas que a sua empresa precisa para continuar em funcionamento com os possíveis resultados almejados. Dessa maneira, há um controle total sobre os recursos e um plano para investi-los.

A gestão de custos como medição de progresso: entenda mais sobre o assunto!

A gestão de custos, além de evitar grandes prejuízos no fluxo de caixa, também influencia em outras áreas de uma empresa. Isso porque o controle de custos interfere em todo o funcionamento dos processos produtivos, uma vez que diz respeito aos recursos disponíveis.

Sendo assim, essa gestão também implica em planejamentos a curto, médio e longo prazo. Isso significa que, para medir o progresso do seu negócio, é imprescindível ter um controle total dos custos que perpassam a área financeira da empresa.

Com os custos delimitados em dados reais, o gestor consegue ter uma visão ampla sobre o cenário da empresa e calcular as possibilidades de crescimento. Ou seja, uma boa gestão de custos consegue indicar como anda o progresso do seu negócio e demonstrar quais os melhores caminhos para atingir as metas estipuladas.

Otimize a gestão de custos com o ERP Accion Seven e saia do aperto!

Você sabia que um sistema de gestão faz com que uma empresa cresça cerca de 35% mais rápido? Sim, a nossa solução vai otimizar a sua gestão de custos e acelerar o crescimento do seu negócio. 

Com o ERP Accion Seven, sua empresa conta com tecnologia de ponta! É possível registrar, consultar, mensurar e até prever os custos da sua empresa. Assim, por serem baseadas em valores reais, suas decisões tornam-se muito mais rápidas e mais assertivas.

Além disso, você também conta com:

  • Diversidade de Relatórios; 

  • Painéis de gestão;

  • Integração entre sistemas.

E, claro, muitos outros recursos criados especialmente para dar o poder de decisão que o seu negócio precisa.

Deixe uma resposta